Exploração de gás natural no mar (Noruega)

Exploração de gás natural no mar (Noruega)

Troll A é nome da maior plataforma de gás natural no mar. Ergue-se 170 metros acima do nível da água, pesa 656.000 toneladas e a sua altura total é de 472 metros.

Tecnologia

Palavras-chave

exploração de gás natural, gás natural, campo de gás natural, depósito, extração, plataforma petrolífera, plataforma de petróleo, tocha, condensação, mar, petróleo, recurso mineral, petroleiro, técnica, geografia

Extras relacionados

Cenas

A plataforma Troll A

  • tocha - É utilizada para queimar o gás natural em fuga.
  • heliporto
  • grua

Plinto

  • campo de gás natural - O campo de gás Troll fica situado no Mar do Norte, ao largo da costa oeste da Noruega, cerca de 1.400 metros abaixo do nível do mar e 1.100 metros abaixo do fundo do mar. Possui aproximadamente 40% das reservas de gás natural da Noruega, cuja extração está prevista para durar até 2080.
  • pilar de betão armado - Têm paredes com um metro de espessura e consistem de uma única peça.
  • tubos - É através deles que o gás natural flui.
  • cilindros de sucção - São colocados a 35 metros de profundidade para fixar os pilares. Funcionam como ventosas.

Vista de corte

Proporções

  • Troll A (472 m) - Campo de gás natural, perto da costa oeste da Noruega. Data de conclusão: 1996.
  • Empire State Building (381 m) - Um dos edifícios mais altos dos EUA e de Nova Iorque. Data de conclusão: 1931.

Transporte

Condensação do gás natural

  • compressor - Liquefaz e comprime o gás natural.
  • oleoduto - Transporta o gás natural a partir da plataforma Troll A.
  • tanque - Armazena o gás natural liquefeito.
  • navio-tanque

Princípio da Condensação

  • gás frio
  • redução do volume→ aumento de temperatura - A liquefacção ocorre em compressores. Aqui, a redução de volume não é induzida pelo pistão, mas sim pela turbina. O volume do líquido resultante é um centésimo do volume original do gás.
  • transferência de calor
  • líquido frio - O gás natural liquefeito é arrefecido a -170 °C (103 Kelvin), sendo transportado e armazenado a esta temperatura.

A condensação do gás natural. Durante a compressão dos gases é gerado calor, o qual pode ser reduzido por meio de arrefecimento. Quando arrefecido, o gás transforma-se em líquido e o seu volume diminui. Durante a liquefação, o volume do gás diminui até atingir seis centésimos do volume inicial. A temperatura de arrefecimento é de -170 °C, ou seja, 103 K (Kelvin). Na realidade, não é o pistão que induz a liquefacção do gás natural. Conforme pode ser visto na animação, a liquefação é sim induzida por compressores, sendo a compressão realizada por ação de pás rotativas.

Animação

O campo de petróleo e gás Troll está situado no Mar do Norte, na costa oeste da Noruega, a cerca de 1.400 metros abaixo do nível do mar. Possui aproximadamente 40% das reservas de gás natural da Noruega, cuja extração no Troll A está prevista para durar até 2080. Os Trolls B e C são plataformas de petróleo.

Troll A é a maior plataforma no mar alguma vez construída: Ergue-se 170 metros acima do nível da água, pesa 656.000 toneladas e a sua altura total é de 472 metros. Os quatro pilares de betão armado terminam em cilindros de sucção, colocados a 35 metros de profundidade para fixar os pilares e funcionando como ventosas.

A construção começou em 1991. Em 1996 foram necessários 10 navios e 7 dias para transportar a plataforma 200 km até à sua localização atual. A Troll é a maior construção alguma vez movimentada por seres humanos e, por conseguinte, uma das maiores obras da engenharia.

Durante os primeiros dez anos, foi usada alta pressão para levar o gás até à superfície. No entanto, após a redução da pressão, a extração foi realizada por enormes ventoinhas que movimentam o gás através de tubos a uma velocidade de aproximadamente 3.000 km/h.

O gás é então processado numa unidade em Kollsnes, na costa norueguesa. É aqui que compressores de gás comprimem e liquefazem o gás, o qual em seguida é transportado para os consumidores por meio de oleodutos e navios-tanque.

O gás natural é principalmente utilizado para o aquecimento ou para a produção de electricidade nas centrais elétricas. É uma das mais importantes fontes de energia. Economicamente falando, a sua extração eficiente é por isso extremamente importante.

Extras relacionados

Central termoelétrica (combustível hidrocarbónico)

As centrais termoelétricas convertem em eletricidade a energia libertada durante a combustão de combustíveis fósseis ou recursos naturais.

Fiorde

Um fiorde é um golfo longo e estreito, com faces escarpadas, criado num vale escavado pela atividade glacial.

Funcionamento dos poços de petróleo

Maquinaria que bombeia o crude para a superfície.

Gás de xisto

Esta animação explica a tecnologia da extração do gás de xisto.

Igreja de madeira (Borgund, século XIII)

Construída nos séculos XII-XIII, é a igreja de madeira mais bem preservada da Noruega.

Mina a céu aberto

Ao contrário das minas subterrâneas, nas minas a céu aberto são removidas camadas de terra para que o carvão seja extraído à superfície.

Mineração subterrânea de carvão

Ao contrário das minas a céu aberto, nas minas subterrâneas não são removidas camadas de terra e o carvão é extraído de poços.

Plataforma petrolífera

Um longo tubo no centro da torre penetra no fundo do oceano até alcançar a camada que contém petróleo.

Povoação viquingue (século X)

As povoações típicas dos Viquingues não se estabeleceram apenas na Escandinávia, mas também em zonas mais distantes.

Rede de abastecimento de energia elétrica

O objetivo da rede de abastecimento de energia elétrica é fornecer eletricidade aos consumidores.

Redes de transporte

A animação mostra as principais rotas aéreas, aquáticas e terrestres e também os nós de transporte.

Refinaria de petróleo

Entre os produtos provenientes do petróleo refinado, incluem-se o gasóleo, a gasolina e os lubrificantes.

Hidrato de metano

O hidrato de metano é uma substância sólida, formado a temperaturas baixas no fundo dos mares, devido à alta pressão da água de mar.

Added to your cart.